02/07/2019

Viagem de inverno pela América do Sul: opções de destinos

Em função do inverno ameno, característico do clima do Brasil, para vivermos experiências como temperaturas negativas, neve e esqui é necessário ir para o exterior. Isso explica o verdadeiro frisson que atinge os brasileiros nesta época do ano: o inverno está chegando e, com ele, a possibilidade de viagens incríveis pela América do Sul, principalmente no Chile e na Argentina, onde é possível conhecer uma estação fria de verdade.

Onde e quando ver neve

Embora o tão esperado inverno comece em 21 de junho, é possível ver neve nas regiões montanhosas da Argentina e do Chile antes disso. Para praticar esqui ou snowboard, vale a pena deixar a viagem para julho ou agosto, quando a neve é garantida. O início e o final da estação (junho e setembro) podem ter tempestades de neve menos intensas, o que pode significar menos neve e até centros de esqui fechados.

Estações de esqui na Argentina e Chile

Juntos, esses dois países sul-americanos somam mais de 15 estações de esqui em seu território. Enquanto a Argentina tem Las Leñas, com a estação com maior área esquiável da América do Sul, o Chile conta com Chillán, onde está a pista mais longa do continente, chamada Três Marias.

E, se os hermanos contam com as vizinhas San Carlos de Bariloche, Villa La Angostura e San Martín de Los Andes, com três estações próximas e vilarejos muito charmosos, o Chile oferece o grandioso Valle Nevado, El Colorado, Farellones e La Parva, uma pertinho da outra e a cerca de uma hora e meia da animada capital Santiago. Confira mais informações sobre as estações de esqui.

Estações de água termal

Há mais, é claro. O Chile conta com dois destinos onde, além das estações de esqui, há estações de água termal: Chillán e Pucón. Por lá, você poderá usar roupas de banho, imerso em uma piscina de água quente rodeada por neve. Ao todo são mais de 270 fontes distribuídas pelo país, e nem todas foram exploradas pelo homem.

Em Chillán, tanto a estação de esqui quanto as termas são administradas pelo grupo hoteleiro Nevados de Chillán, mas não é necessário se preocupar: a utilização de ambas é aberta também para não hóspedes.

No caso de Pucón, as opções são variadas. A região tem cerca de 10 termas, sendo a Geométrica a mais recomendada. A área é de natureza exuberante, com cachoeira e águas entre 35º e 45º. Sem dúvida, é uma opção válida para quem busca, além dos esportes, tirar um dia para relaxar.

Patagônia, parada obrigatória

Já a Argentina tem uma estação em plena Patagônia, na exótica e fascinante cidade de Ushuaia. Lá é possível ver também pinguins, que são praticamente o cartão postal da cidade, e os pontos turísticos são muito variados. O Farol do Fim do Mundo, por exemplo, é um monumento histórico que não pode ficar de fora do roteiro.

Não podemos deixar de lado também a gastronomia local, repleta de saborosos pratos típicos que vão do cordeiro patagônico à centolla. As famosas empanadas são outra opção deliciosa com uma variedade de recheios, como queijo roquefort, cordeiro, cebola, carne, frango, presunto, entre outros. O importante é experimentar!

Esquiar é um esporte de aventura e, como tal, oferece alguns riscos. É sempre bom saber que, na ocorrência de qualquer eventualidade, você pode contar com um seguro. O Seguro Viagem April oferece cobertura para esportes de inverno e aventura. Faça uma cotação agora mesmo.