Home Intercâmbio O que não fazer em um intercâmbio?

O que não fazer em um intercâmbio?

3
628

Quando o assunto é intercâmbio, as recomendações são inúmeras: lugares que devemos conhecer, experiências que precisamos viver, comidas que seriam uma ótima ideia provar. Cada um desses conselhos tornam a experiência longe de casa ainda mais memorável. Entretanto, também existem as recomendações sobre o que não deve ser feito longe de casa. Bateu a curiosidade? Continue lendo que nós vamos explicar melhor!

1 – Não se arriscar no idioma

Conhecer gente nova e explorar lugares incríveis com certeza nos deixam empolgados. Porém, não devemos esquecer que, antes de tudo, um intercâmbio é o período que você passa em outro país com o objetivo de aprender um novo idioma. Dessa forma, você já deve ter imaginado que não praticar a nova língua é um problema, certo? Não se esforce apenas nas salas de aula: faça amigos de diferentes nacionalidades que o estimulem a falar outro idioma; não peça para que amigos peçam sua comida por você quando estiverem em restaurantes; e busque iniciar conversas com os nativos – pubs são ótimos lugares para esse tipo de interação!

2 – Viajar sem seguro e sem planejamento financeiro

Antes de partir em direção ao seu novo lar, é preciso compreender que imprevistos podem surgir no seu caminho. Ter junto consigo a segurança de um planejamento financeiro bem feito e de um seguro de viagem podem evitar futuras dores de cabeça. Extravio de bagagem, aquele mal-estar após se aventurar pela culinária local e outros problemas são comuns – e todos eles são facilmente resolvidos se você tiver se organizado devidamente antes de partir rumo ao desconhecido.

3 – Não explorar sua nova cidade e país

Lojas, festivais, paisagens, restaurantes, bares, bibliotecas, museus e muito mais: ao nos mudarmos, absolutamente tudo é novidade, especialmente quando todos esses pontos representam uma cultura que ainda não conhecemos. A melhor forma de explorar o seu novo lar é andando. Não tenha medo de se aventurar pelas ruas e de conversar com os locais sobre sugestões de lugares para visitar. Você não precisa sequer ter medo de se perder: muitas vezes, esse é o melhor caminho para encontrar algo inesperado e interessante.

4 – Não experimentar pratos da culinária local

A gastronomia brasileira é incrível. Assim, é impossível ir para longe e não sentir saudades de clássicos como coxinha, brigadeiro e da clássica dupla de arroz e feijão. Todas essas refeições são encontradas mundo afora, em mercados e restaurantes brasileiros, porém, já que você viajou para tão longe, por que não fazer uma imersão completa no novo país? A gastronomia é um meio de expressão bastante especial de cada povo e experimentá-la é um jeito incrível de conhecê-los e demonstrar respeito pelo país. Além disso, com destinos tão diversos, você com certeza vai encontrar novas delícias por aí!

5 – Não se abrir para a nova cultura

Esse é um conselho bastante parecido com o anterior. Em muitos países, você certamente encontrará eventos tipicamente brasileiros, como rodas de samba ou festas com as músicas que conhecemos – lugares onde, inclusive, provavelmente a maioria dos frequentadores será brasileira. Sentir saudade dos nossos costumes é normal e a recomendação não é que você abra mão totalmente disso, ou não tente levar um pouco do Brasil para outros países. Nossa sugestão é que você não permita que esse apego feche o seu coração e os seus olhos para as novidades que se estendem à sua frente.

Nenhuma tarefa muito difícil, certo? Saber o que não deve ser feito no seu intercâmbio não apenas garante que você tenha uma viagem segura e sem grandes problemas, como também torna a sua experiência mais completa. No futuro, não faltarão boas histórias para contar sobre os meses nos quais você morou no exterior.

3 COMMENTS

Comments are closed.