Home Colunistas Documentação para viagens internacionais com bebês e crianças

Documentação para viagens internacionais com bebês e crianças

1
1029

Desde que a Malu tem 40 dias nossa família coloca o pé na estrada quase todo o final de semana. Nestes dois anos e meio de vida dela, fizemos também diversas viagens internacionais e, por experiência própria nesse período, descobri que muita coisa muda em relação à documentação conforme a idade da criança e o local a ser visitado, especialmente quando o destino é internacional.

Passaporte

Quando a viagem é internacional, crianças e adolescentes de 0 a 17 anos, assim como os adultos, têm de estar com passaporte válido para embarque e desembarque.

Muitos países aceitam passaportes com no mínimo seis meses de validade. No caso de crianças de até um ano de idade, é muito importante estar atento, uma vez que para essa faixa etária o passaporte expira em somente um ano. Para saber qual a validade mínima de passaporte exigida para cada país, consulte sempre o site do Consulado do destino.

Validades de Passaportes:

0 a 1 ano incompleto: 1 ano de validade do passaporte

1 ano completo a 2 anos incompletos: 2 anos de validade

2 anos completos a 3 anos incompletos: 3 anos de validade

3 completos a 4 anos incompletos: 4 anos de validade

4 anos completos a 18 anos incompletos: 5 anos de validade

Tanto para emitir primeira via como para a renovação do passaporte, o custo é de R$ 257,25. Informações e agendamentos podem ser feitos no site da Polícia Federal.

Em países da América do Sul, com exceção das Guianas, é possível viajar só com o RG. Passaporte válido continua sendo também uma opção. Vale lembrar que a Certidão de Nascimento não é aceita na imigração de qualquer destino internacional.

Pais e responsáveis

No momento de tirar o passaporte, há uma questão sobre se a criança tem autorização de viajar com apenas um dos pais ou somente com os dois – isso vale menores de 0 a 17 anos. Para os casos em que é necessária a autorização de um dois pais, no site da ANAC há um modelo a ser seguido, além de todas as informações sobre o tema.

Seguro Viagem

26 países fazem parte do Tratado de Schengen (LINK POST CORIS), que exige o seguro viagem com cobertura de no mínimo € 30 mil para turistas ingressarem no território. Este tratado começou com a participação da Alemanha, Luxemburgo, Bélgica, Holanda e França em 1995, e de lá para cá muitos outras nações da União Europeia aderiram. Equador, Venezuela e Cuba, na América Latina, também pedem que seus visitantes tenham o seguro, cada um com diferentes exigências.

Além disso, quando vamos para fora do país, desde a primeira viagem da nossa bebê a contratação do seguro viagem é obrigatória. Só de pensar no prejuízo e na dor de cabeça caso aconteça algum problema, vale, e muito, investir pela tranquilidade.

Visto

Muitos países precisam de visto. Alguns permitem que seja tirado no momento da imigração, como alguns do Oriente Médio, África e Sudeste Asiático (para saber mais, consulte o site da Embaixada do país que irá visitar ou veja aqui quais países exigem visto para cidadãos brasileiros).

Outros, como os Estados Unidos, exigem que o visto seja feito antes da viagem. A minha bebê tirou o visto norte-americano quando tinha três meses. Foi tranquilo e conseguimos um visto de 10 anos – mas vale lembrar que isso depende da análise individual do Consulado Americano. Estava com pressa e usei um serviço de despachante, a American Visa e foi ótimo.

Vacinas

Há ainda destinos que exigem vacina contra febre amarela, que deve ser tomada com no mínimo dez dias antes da viagem. Para ir para a Índia e alguns países da África, por exemplo, além de febre amarela (que é realmente exigido), é recomendado vacinas contra raiva, poliomelite, tétano e hepatite B.

Para saber quais países exigem ou recomendam quais vacinas, acesse Organização Mundial de Saúde – e também sempre consulte seu pediatra. Caso seu bebê ou criança não possa tomar vacina por algum motivo, basta levar um documento do médico dizendo isso e apresentar na Anvisa que liberará a necessidade da vacina.

Dica importante: quando formos viajar para países que exigem alguma vacina, é obrigatória a apresentação do certificado internacional de vacinação. Para obter isso, basta levar a sua carteirinha de vacinação a um posto da Anvisa em algum aeroporto internacional e solicitar a validação. Para mais informações, acesse Portal da Anvisa

ATENÇÃO: sempre consulte os órgãos citados aqui pra confirmar a documentação e regras que terão as informações mais atualizadas.

1 COMMENT

Comments are closed.