Home Destinos de Viagem Destinos em que o real vale mais que a moeda local

Destinos em que o real vale mais que a moeda local

1
1154

Viagens internacionais podem sair caro, principalmente quando o destino usa uma moeda forte, como euro ou dólar. Alguns países, no entanto, têm excelentes atrações e infraestrutura turísticas e contam com uma moeda que vale menos que o real. Com isso, o custo-benefício pode ser bastante vantajoso para os brasileiros.

Listamos abaixo alguns deles! Aproveite também nossas dicas para escolher o destino de viagem perfeito e comece a planejar suas próximas férias.

América Latina

México

1 real = 4,62 pesos mexicanos*

Um bilhete de metrô na Cidade do México custa 5 pesos, ou seja, pouco mais de 1 real.

O México tem um pouco de tudo para oferecer aos turistas: cultura, história, praias, natureza e noites animadas. Dá para combinar um pouco de cada e aproveitar um incrível mar do Caribe, as ruínas maias e os deliciosos restaurantes e bares. No litoral, enquanto Cancun e Playa del Carmen podem sair um pouco mais caro, hospedar-se em Tulum é uma pedida mais econômica.

Colômbia

1 real = 824 pesos colombianos*

Um combo de fast food em Bogotá custa, em média, 17 mil pesos, ou seja, cerca de 20 reais.

A Colômbia também é uma boa opção para uma viagem diversificada. Em Cartagena das Índias, os turistas voltam no tempo em meio a construções do período colonial e charmosas casinhas coloridas. Já a ilha de San Andrés é um verdadeiro paraíso praiano, com águas cristalinas e areia branquinha.

Uruguai

1 real = 8,95 pesos uruguaios*

Uma garrafa de um bom vinho tinto em Montevidéu custa cerca de 250 pesos, ou seja, cerca de 27 reais.

Este pequeno destino ao sul do Brasil é extremamente acolhedor. Montevidéu é a capital e maior cidade do país, mas tem um clima tranquilo de interior, muitas praças e parques e um centro histórico com belíssimas casas coloniais. Outros locais que atraem turistas são Punta del Este, que fica no litoral, e Colonia del Sacramento, que tem construções históricas muito preservadas.

Ásia

Índia

1 real = 16,99 rupias*

Um combo de fast food em Nova Délhi custa, em média, 260 rupias, ou seja, cerca de 15 reais.

A Índia é o lugar certo para quem gosta de explorar culturas diferentes. Colorida, mística e muito animada, tem cidades caóticas, como Nova Délhi, joias arquitetônicas como o Taj Mahal, em Agra, templos impressionantes, como o Templo Dourado de Amritsar, em Punjab e excelentes retiros de ioga e meditação.

Filipinas

1 real = 12 pesos filipinos*

Uma cerveja de 500 ml em Manila custa, em média, 68 pesos, ou seja, cerca de 5,5 reais.

As Filipinas garantem cenários de praia de tirar o fôlego. São mais de 7,6 mil ilhas com praias de areia branquinha e água azul-turquesa. A capital, Manila, é uma cidade grande, muito diferente dos destinos turísticos paradisíacos do país, mas oferece bons spots de compras, entretenimento e vida noturna. Nas ilhas, sombra e água fresca são uma constante.

Tailândia

1 real = 7,20 bahts*

Uma passagem de ônibus urbano em Bangkok custa 8 bahts, ou seja, pouco mais de 1 real.

A Tailândia também tem excelentes praias, mas as combina com a animada Bangkok e uma cultura exótica, repleta de templos imponentes, inúmeras estátuas de Buda e uma gastronomia única e cheia de sabor. Não é à toa que é um dos países mais visitados do Sudeste Asiático!

África

África do Sul

África do Sul

1 real = 3,47 rands*

Um drink em uma balada da Cidade do Cabo custa 65 pesos, ou seja, cerca de 19 reais.

A África do Sul é um destino fascinante. A Cidade do Cabo é urbana, com restaurantes deliciosos e ótimos shoppings, mas também tem atrações natureza imperdíveis: a Table Mountain, praias como Camps Bay, o Cabo da Boa Esperança, a Ilha das Focas e até passeios para nadar com tubarões. Já no Kruger Park, é possível fazer safáris inesquecíveis e ver de perto animais como leões, girafas e elefantes.

Marrocos

1 real = 2,28 dirhams*

Uma passagem de ônibus urbano em Marrakech custa em média 5 dirhams, ou seja, pouco mais de 2 reais.

Um caldeirão cultural, o Marrocos tem um pouco de africano, de europeu e de árabe. Visitar o país é conhecer mesquitas deslumbrantes, vilas peculiares e uma história fascinante. Vale a pena perder-se nos souks, os mercados árabes, pechinchando por um preço mais barato pelos diversos itens vendidos. Outro local imperdível é o deserto, onde é possível acampar, uma experiência memorável.

Egito

1 real = 3,83 libras egípcias*

Um combo de fast food no Cairo custa, em média, 73 libras, ou seja, cerca de 19 reais.

As pirâmides, as esfinges e o deserto são apenas o começo em uma viagem ao Egito. Este destino guarda uma cultura única, com múmias, sarcófagos e esculturas diferentes, templos dedicados aos deuses egípcios e o caudaloso rio Nilo, onde é possível fazer cruzeiros, parando em diferentes vilas e povoados.

Europa

Hungria

1 real = 71 florins húngaros*

Uma cerveja de 500 ml em Budapeste custa, em média, 560 florins, ou seja, cerca de 8 reais.

Países europeus também aparecem nesta lista, porque nem todos eles utilizam o euro. A Hungria conta com uma história rica, mas as atrações mais famosas são os banhos termais e medicinais. Spas, saunas e piscinas garantem muito relaxamento durante as férias. Budapeste, a capital, é uma das cidades mais bonitas da Europa.

República Tcheca

1 real = 5,47 coroas tchecas*

Uma cerveja de 500 ml em Budapeste custa, em média, 35 coroas, ou seja, cerca de 6,5 reais.

Situada entre a Alemanha, Polônia, Eslováquia, Hungria e Áustria, a República Tcheca tem uma cena cultural e artística de vanguarda, presente principalmente na capital, Praga, onde não pode faltar uma noite com um concerto musical. Em Cesky Krumlov, destacam-se construções históricas, e em Plzen, a grande atração é a cerveja!

Albânia

1 real = 26,3 leks*

Uma passagem de ônibus urbano em Tirana custa 40 leks, ou seja, cerca de 1,5 real.

Embora não seja tão popular entre os turistas, a Albânia é um destino maravilhoso. Tem praias lindíssimas, dignas de Caribe, e a capital tem arquitetura colorida com museus e construções históricas, inclusive bunkers construídos nos anos 1970. O mar da costa tem um azul similar ao da Grécia, e as praias têm excelente estrutura turística.

*Cotação de dezembro/2019.

1 COMMENT

Comments are closed.