12/04/2019

A internação de Pelé o seguro viagem

No começo do mês, Pelé esteve na França para encontrar Kylian Mbappé, jogador do Paris Saint-Germain. Durante a viagem, a lenda viva da seleção brasileira teve febre, precisou tomar antibióticos e ser internado em um hospital de Paris devido a uma infecção urinária. Por isso, o ex-craque precisou cancelar uma viagem para os Estados Unidos.

Este é mais um dos casos que acontecem com figuras públicas e servem como alerta para todos os viajantes sobre a importância do seguro viagem. Problemas de saúde comuns, como uma infecção urinária, podem resultar em internações e até cirurgias. Os custos para esse tipo de procedimento podem ser altíssimos, ainda mais em moeda estrangeira. É importante viajar devidamente coberto para evitar gastos do tipo.

Além disso, vale contratar um seguro adequado para a idade do viajante. Pelé, que tem 78 anos, precisa de planos mais completos, uma vez que, com o passar dos anos, a saúde fica mais vulnerável e isso acaba levando a tratamentos mais demorados e custosos.

Passageiros acima dos 65 anos também devem contratar um seguro viagem com cobertura completa para doenças preexistentes, que garante atendimento médico mesmo em relação a problemas de saúde crônicos.

O seguro viagem é obrigatório para a Europa, sendo exigida uma cobertura mínima de €30 mil. No entanto, recomendamos um plano com cobertura maior (a partir de €250 mil) para viajantes com mais de 65 anos.